Exercício de pontuação – 3 ano [2]

Exercício de pontuação - 3 ano

0

Exercícios de pontuação – 3º ano

Exercícios de pontuação 3º ano é uma sugestão de trabalho interativo com nomenclatura e escrita de frases com a pontuação indicada.

Assim sendo podemos trabalhar de forma mais significativa com os alunos e sistematizando com atividades que prenda atenção dos alunos.

Embora no blog já tenha disponível exercícios sobre pontuação para 3º ano, 4º ano e demais segmentos, as novidades sempre são bem-vindas.

Como surgiram os principais sinais de pontuação?

Foi um alívio. Até o século IV os textos eram escritos sem pontuação. “Tinham que ser interpretados”, conta o linguista Flávio de Giorgi, da PUC-SP.

Não era fácil. No Oráculo de Delfos (século VII a.C.) um dos lugares da antiguidade em que se faziam profecias consideradas divinas, ainda está escrito (em grego) ” Ides voltarás não morrerás na guerra”.

Quem lê entende que irá para guerra e voltará a salvo. Era o contrário. Na verdade, queria dizer , se as vírgulas existissem : “Ides, voltarás não (o “não” vem depois do verbo), morrerás na guerra”. Ou seja, vais morrer.

Os primeiros sinais de pontuação surgiram no início do Império Bizantino (330 a 1453). Mas sua função era diferente das atuais. O que hoje é ponto final servia para separar uma palavra da outra.

Os espaços brancos entre palavras só apareceram no século VII, na Europa. Foi quando o ponto passou a finalizar a frase.

O ponto de interrogação é uma invenção italiana, do século XIV. O de exclamação surgiu no século XIV.

Os gráficos italianos também inventaram a vírgula e o ponto e vírgula no século XV (este último era usado pelos antigos gregos, muito antes disso, como sinal de interrogação).

Os dois pontos surgiram no século XVI. O mais tardio foi a aspa, que surgiu no século XVII. Tudo foi ficando mais claro com o aumento da importância da escrita.

Fonte: Superinteressante, junho de 1997.

exercício de pontuação

 

Sinais de pontuação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.