google-site-verification: googlef0526fceb55efbf1.html

Projeto Folclore

0

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Projeto Folclore

APRESENTAÇÃO
Todo e qualquer ser
humano tem cultura. A cultura vai se formando nas relações e experiências que
mantemos com o mundo desde que nascemos. Alguns  fatores que agem
diretamente ou indiretamente na construção da cultura individual são: família,
grupos sociais a que pertencemos, o conhecimento que adquirimos da cultura
científica, tecnológica, artística, literária, religião, meio ambiente,
lembranças do passado, trabalho, estudo, os sistema político, contexto
econômico, além de outros.
O fato é que
esses fatores nunca agem isoladamente. Eles dependem uns dos outros, convivem e
formam uma rede de relações na qual somos inseridos. Ao mesmo tempo em que
recebemos a herança cultural, agimos e produzimos cultura de forma que nos
tornamos, como solidariedade, afeto, respeito, violência. Esse  conjunto
de valores transmitidos por nosso grupo social é sua identidade.
O folclore pode ser definido
como a ciência que
estuda todas as manifestações do saber popular, considerada indispensável para
o conhecimento social e psicológico   de um povo.O Brasil apresenta
grande diversidade no campo cultural. Seu folclore riquíssimo. Oferecer
oportunidades de conhecer e resgatar a cultura popular que diz respeito à nossa
tradição através das diferentes formas de expressão e manifestações
folclóricas,as festas populares,o artesanato e a medicina popular, danças e os
“causos”  contados pelo Brasil afora, na literatura sob a forma de poemas,
lendas, fábulas, ditados populares, superstições.
Objetivos Gerais
   Participar de atividades que envolvam
tradições folclóricas de nossa cidade, região ou do Brasil;
  Resgatar, vivenciar e valorizar manifestações
da cultura popular brasileira;
  Interessar-se 
por conhecer diferentes formas de expressão cultural;
  Incentivar  a entender a sabedoria
popular  e sua influência e na vida social;
 
Envolver  as famílias nas atividades desenvolvidas na
unidade escolar;
Conteúdos específicos   
Lendas típicas
Adivinhas
Leitura e escrita
Trava-línguas
Piadas                                   
Lendas da nossa região
Objetivos Específicos
Conhecer e resgatar  algumas lendas, inclusive as regionais;
Conhecer e valorizar a própria cultura;
Estabelecer relação entre o falado e o escrito;
Conhecer semelhanças e diferenças entre os gêneros da escrita, presentes
no folclore brasileiro;
Identificar-se como parte integrante da cultura popular;
Pesquisar e registrar as diversas manifestações culturais do folclore de
cada região;
Identificar o uso da linguagem formal e informal;
Trocar idéias e respeitar a percepção do outro;
Emitir opiniões sobre as lendas do nosso folclore e sobre personagens mitológicas;
Cronograma das
atividades:
Período de11/08 a 15/08
Pesquisas sobre as
manifestações culturais do folclore de cada região.
Leituras de diferentes
lendas, receitas de comidas típicas e textos informativos
sobre aspectos físicos e
culturais da região em estudo.
Período de  18/08 a  19/09
Socialização dos
entendimentos sobre as pesquisas realizadas.
Montagem de murais.
Produções textuais como
recontos.
Dramatizações de lendas.
Trabalhos de  arte:
quebra cabeça, recorte e colagem e desenhos
Período de 22/08 a 03/10
Filmes. 
Desenhos
Exposições dos trabalhos na culminância. 
Projeto
Folclore-interdisciplinar
Justificativa:

Levando em consideração que o folclore:
*é o conjunto das tradições, conhecimentos, crenças populares, contos,
lendas, músicas, danças, adivinhações, provérbios, superstições, brinquedos e
brincadeiras,  jogos,  poesias,  artesanato, enfim, o estudo da cultura popular.
O assunto merece ser estudado e aproveitado sob todos os aspectos: intelectual,
artístico, técnico e recreativo uma vez que favorece o aprendizado.
*forma bons hábitos e atitudes, desperta sentimentos de valorização e amor por
nossas tradições, proporciona o conhecimento das características do nosso povo,
incentiva a preservação das nossas raízes e reforça a valorização do nosso
patrimônio histórico-cultural.
Objetivos:

* despertar o amor pelas coisas da terra: promovendo a evolução individual e a
participação da comunidade escolar num trabalho de ação integrada;
* difundir e valorizar a cultura popular como forma de preservar os
valores tradicionais do país;
* comparar os aspectos característicos do povo brasileiro nas diversas
regiões do país – costumes e crenças, diversidade vocabular, música e dança,
alimentação e vestuário, jogos e brincadeiras;
* discutir a influência das manifestações folclóricas nas diversas
modalidades artísticas;
* pesquisar autores e estudiosos folcloristas a nível nacional estadual
e municipal;
* conhecer a literatura de cordel-estrutura (forma) e temática
(conteúdo);
* identificar a riqueza do material folclórico do Brasil;
*pesquisar as três principais correntes étnicas que contribuíram para a
formação do folclore brasileiro;
* conversar sobre o comportamento do povo brasileiro em relação à
cultura popular;
* analisar as manifestações folclóricas das regiões circunvizinhas.
Desenvolvimento:

Língua Portuguesa:
Confecção de:
– coletânea de adágios, provérbios populares, frases de pára-choques,
adivinhações, quadrilhas, e cantigas de ninar;
– varal folclórico ilustrado pelos alunos;
– almanaque por região fazendo o levantamento do vocabulário regional,
receitas típicas, lendas e mitos, brincadeiras e jogos, cultos e crendices, instrumentos
folclóricos, cantigas e danças, festas e calendários turísticos folclóricos.
Entrevista com:
– folcloristas da região para expor sobre as tendências folclóricas
atuais;
– artistas do povo.
Realização de:
– concursos de trovas;
– pesquisa e criação de trava-línguas;
– intervalo ou recreio cultural com uma apresentação.
Teatro de:
– lendas e causos;
– produção e declamação de poesias e trovas;
– desafio (diálogo popular cantado) e repentes  (texto de improviso);
– releitura e criação de cenas do folclore brasileiro, utilizando
recursos não verbais: pintura, colagem… individual ou em grupos.
Geografia e História
– seleção e levantamento do material folclórico brasileiro de origem indígena,
portuguesa e africana;
– apresentações informativas; origem, principais personagens, enredo,
áreas geográficas, épocas de representações, instrumentos que acompanham;
– confecção de cartazes e painéis das regiões brasileiras com: trajes
típicos, instrumentos e danças, culinária característica, cultos dominantes de
origem folclórica, lendas e mitos principais, brincadeiras e jogos, músicas
folclóricas.
Educação Física
– coreografia de músicas e danças folclóricas das diversas regiões brasileiras;
– reviver as brincadeiras à moda antiga: barra-manteiga, queimada, pular
elástico, pega-pega…
– fórmulas para pular corda;
– fórmulas para jogar bola.
Matemática
– criação de problemas envolvendo brincadeiras ingênuas e simples, mas
que exigem bom raciocínio: “se você é inteligente doutor ou caipira
diga-me quanto fica quem de vinte e cinco tira?” Resposta: 15
– pesquisa e levantamento de crendices em que o foco supersticioso é
representado por números: número da sorte e do azar…
– entrevista com os apostadores de loteria sobre os números da sorte e
do azar.
Ciências
-levantamento dos nomes de chás, pomadas, simpatias e outros remédios de
fabricação caseira e a maneira de prepará-los;
– discussão sobre a medicina popular, listagem dos nomes das ervas
naturais e possíveis efeitos sobre as enfermidades;
– exposição de trabalhos artesanais (moringas, cuias, torrados de café,
pilão) e raízes e plantas usadas na medicina popular. 

 PROJETO
“REVIVENDO NOSSO FOLCLORE”


O
Folclore é a expressão da cultura, dos costumes e tradições de um povo,
expressos de maneira oral, escrita ou cênica. Todos os povos têm folclore e é
através da sua preservação que se torna possível a perpetuação das diferentes
culturas, bem como o conhecimento verdadeiro da história dos diversos povos. O
folclore é contado e recontado pela oralidade popular e representa a sabedoria
do povo. Ele inclui mitos, lendas, contos populares, brincadeiras, provérbios,
adivinhações, orações, maldições, encantamentos, juras, xingamentos, gírias,
apelidos de pessoas e de lugares, desafios, saudações, despedidas e
trava-línguas. Também inclui festas, encenações, artesanato, símbolos, receitas
de comidas, medicina popular, danças, música instrumental e canções, inclusive
as baladas e canções de ninar. Folclore brasileiro – O folclore brasileiro
possui a herança cultural dos índios, dos portugueses colonizadores, dos
africanos e de outros imigrantes europeus. É, portanto um folclore muito rico,
isso sem contar as múltiplas manifestações resultantes da extensão do
território brasileiro e das diversidades regionais.
Duração: Mês de agosto, um mês.
Justificativa:
Os contos folclóricos fazem parte do patrimônio cultural da humanidade,
pois cada povo tem um jeito especial de compreender o que acontece.
Os textos folclóricos procuram explicar fenômenos naturais e forças
desconhecidas. Estes textos são lidos e falados por pessoas comuns de todas as
raças e religiões e criam mitos, lendas, danças, músicas, hábitos e tradições.
O saber popular mostra-se através dos contos folclóricos, que atravessam
gerações.

Objetivos:

Reconhecer a importância cultural do folclore;

Valorizar textos folclóricos considerando-os como patrimônio cultural que deve
ser preservado;

Utilizar linguagem oral e escrita e artística, explorando riquezas dos
textos folclóricos;

Exercitar fantasia, criatividade e imaginação através de pesquisa e
reconstruções;

Desenvolver o hábito da pesquisa;

Observar estrutura e características culturais;

Desenvolver gosto pelas músicas e danças culturais;

Repassar valores culturais.

Resgatar a importância do Folclore.

Desenvolver e estimular a coordenação visomotora.

Socializar.

Estimular o ritmo.

Desenvolver a linguagem oral e escrita.
Conteúdos
distribuídos por turmas:
1º ano:
– Músicas
folclóricas:

Brincadeiras folclóricas;

Personagens Folclóricos;
2º ano:

Parlendas;
– Músicas
folclóricas;

Brincadeiras folclóricas;

Personagens Folclóricos;
3º ano:

Adivinhações;

Trava-línguas;

Personagens Folclóricos;
4º ano:

Superstições;

Expressões e provérbios;
– Lendas;

Personagens Folclóricos;
5º ano:

Superstições;

Expressões e provérbios;
– Lendas;

Personagens Folclóricos;
Procedimento
Metodológico
No primeiro momento, trabalharemos Identidade e Autonomia, fazendo uma
investigação com os alunos sobre os conhecimentos preexistentes sobre o
assunto. Diante de explanações e questionamentos será feita uma listagem com os
resultados obtidos:
– Roda da
conversa (crianças em círculo)

Explicar o que é folclore: são lendas, superstições, parlendas, brincadeiras,
músicas, adivinhas.
Cada turma trabalhará um tópico do folclore e
depois fará um exposição ás outras turmas, seja ela através de dramatizações,
teatro com fantoche, exposição de atividades, entre outros. Visitaremos à sala
de Informática e Biblioteca onde os alunos complementarão seu trabalho com
pesquisas referente a cada assunto.
Recursos / Materiais:
– Livros de Histórias sobre
folclore;

Materiais para confecção de máscaras: cartolina, lápis de cor ou giz de cera,
tesoura.
– Vídeo
do Sítio do Pica-pau Amarelo.
– Sala de
Informática.
– Data
show
Avaliação:
A avaliação será feita através da participação
contínua durante as atividades propostas. Cada turma trabalhará seu conteúdo de
maneira dinâmica e diferenciada. Após a realização dos trabalhos
previstos farão primeiramente a exposição de idéias para aos colegas das
outras turmas, posteriormente serão montados slaides onde estarão contidos
alguns exemplos de cada oficina realizada no decorrer do projeto. A finalização será no dia 24/08.
PROJETO DIDÁTICO TEMA: O Folclore Turma: 1º AO 5º ANO DO
ENSINO FUNDAMENTAL
Mês: Agosto.
Apresentação.
Este projeto consiste na confecção de um livro
contendo algumas histórias do folclore brasileiro para presentear os alunos e
seus familiares.
1. Justificativa
Folclore é a maneira de agir, pensar e sentir de um povo ou
grupo com as qualidades ou atributos que lhe são inerentes, seja qual for o
lugar onde se situa, o tempo e a cultura. Não é apenas o passado, a tradição;
ele é vivo e está ligado à nossa vida de um jeito muito forte. Por isso, é tão
importante conhecê-lo. O saber folclórico é o que aprendemos informalmente no
mundo, por meio do convívio social – por via oral ou por imitação. Ele é
universal, embora aconteçam adaptações locais ou regionais, como conseqüências
dos acréscimos da coletividade.”Folclore é o conjunto de coisas que o povo
sabe, sem saber quem ensinou”. (Xavier)
O professor deve saber aproveitar o atraente, rico e variado
mundo do folclore, como fonte inesgotável de motivação didática e de elevada
importância pedagógica.Este trabalho será desenvolvido através de fundamentação
teórica por parte do professor e dos próprios alunos e realizado em sala de
aula, a partir do lar, da família, estendendo-se à vizinhança e a comunidade.
Desta maneira, o trabalho pode ser regionalizado, enfatizando-se as
manifestações ligadas às atividades locais. Outra experiência folclórica, a
culinária resulta do encontro de diferentes culturas, diversidade do clima e
abundância de recursos naturais. por meio dela o professor pode trabalhar os
sentidos, a matemática, a estética e a saúde alimentar dentre uma infinidade de
outros aspectos.
2.
Objetivos:
Levar os alunos à:
– Resgatar, vivenciar e valorizar as manifestações da cultura
popular brasileira;
– Conhecer a importância do folclore para a comunidade.
– Propiciar o contato com este gênero de texto.
– Promover a ampliação do repertório de lendas.
– Sensibilizar as crianças para a preservação de lendas da
cultura popular.
– Criar situações contextualizadas de escuta, escrita e
reconto de lendas.
– Escutar atentamente as histórias.
– Gostar de ouvi-las.
– Conhecer algumas lendas e personagens do folclore.
– Escrita de leitura da lista de personagens.
– Aprender a escrever e revisar textos.
3.
Metodologia:
As atividades serão desenvolvidas de forma individual e
coletiva com a interação professor e aluno em sala de aula. Os alunos
pesquisarão manifestações da cultura popular brasileira analisando cada uma
delas. Os mesmos ainda criarão desenhos que possam ilustrar os textos (parlendas,
trava-línguas, contos) trabalhados em sala referentes ao tema.
4.
Conteúdos trabalhados nas Disciplinas:
Língua
Portuguesa:
ortografia, escrita e
leitura.
Artes: criatividade, expressão gráfica.
Historia e
Geografia:
as regiões, os costumes, a maneira de
expressar-se.
5.
Atividades:
– pesquisar sobre o folclore
– discutir com o grupo a cultura popular brasileira.
– construir um texto próprio sobre o folclore.
6. Produção
Final:
Confecção de um livro de folclore a partir dos próprios
trabalhos e campeonato de adivinhas.
7.
Avaliação:
A avaliação será através de registro por parte do professor
em sala de aula frente a participação de cada aluno de forma individual e
coletiva e do desenvolvimento da aprendizagem durante as atividades propostas. Avaliar
a participação do grupo, durante a confecção do livro e durante o campeonato de
adivinhas.
  
PROJETO
FOLCLORE – O folclore brasileiro de norte a sul


1.
Apresentação

Turmas:
todas as séries

2.
Período: Tarde

Duração:
15 dias

3. Justificativa:

Todo e qualquer ser humano tem cultura. A cultura
vai se formando nas relações e experiências que mantemos com o mundo desde que
nascemos. Alguns fatores que agem diretamente ou indiretamente na construção da
cultura individual são: família, grupos sociais a que pertencemos, o
conhecimento que adquirimos da cultura científica, tecnológica, artística,
literária, religião, meio ambiente, lembranças do passado, trabalho, estudo, o
sistema político, contexto econômico, além de outros. O fato é que esses
fatores nunca agem isoladamente. Eles dependem uns dos outros, convivem e
formam uma rede de relações na qual somos inseridos. Ao mesmo tempo em que
recebemos a herança cultural, agimos e produzimos cultura. Dessas relações
extraímos os valores em que acreditamos como solidariedade, afeto, respeito,
violência. Esse conjunto de valores transmitidos por nosso grupo social é nossa
identidade. O Brasil apresenta grande diversidade no campo cultural. Seu
folclore é riquíssimo. 

O Folclore é um dos principais fatores de identificação
de um povo e de sua nacionalidade. 

As crianças vivem num mundo imaginário onde são
capazes de pensar e agir imitando situações variadas. Com isto, vemos a
importância de se trabalhar o Folclore. Pensamos aqui, no Folclore como um
grande quebra-cabeça, um grande brinquedo, em que cada peça é fundamental: as
danças, as lendas, as brincadeiras, as parlendas, as adivinhações, as cantigas,
as receitas, os brinquedos, etc. Essas são as peças que formam esse jogo
chamado cultura brasileira. Quanto mais se brinca com esse jogo mais se conhece
a cultura do nosso país.

4.
Objetivo: 

-Promover o desenvolvimento integral das
crianças, dentro de um ambiente com propostas lúdicas e de cunho educativo,
pois a cultura de um povo é um bem precioso que deve ser cultivado. E nosso
objetivo é tirar a poeira da palavra Folclore e brincar com as possibilidades
que ela oferece;

-Reconhecer a importância cultural do folclore;

-Valorizar textos folclóricos considerando-os
como patrimônio cultural que deve ser preservado;

-Utilizar linguagem oral e escrita e artística,
explorando riquezas dos textos folclóricos

-Reconstruir código lingüístico e artístico;

-Exercitar fantasia e imaginação através de
pesquisa e reconstruções;

-Desenvolver o habito da pesquisa;

-Observar estrutura e características culturais;

-Estimular produções artísticas individuais e
coletivas;

-Desenvolver gosto pelas musicas e danças
culturais;

-Estimular raciocínio e atenção;

– Levar o aluno a tomar contato com algumas
manifestações de cultura popular; 

-Reconhecer e divulgar a importância do
Folclore; 

– Estimular e desenvolver a imaginação e
criação; 

-Desenvolver o habito de pesquisa; 

-Incentivar o gosto pela leitura, arte, musica e
dança; 

-Valorizar a cultura popular; 

5. Conteúdos

a) Conceituais: Construir conceitos com as
crianças sobre o que é folclore através de experiências vivenciadas por elas.

b) Procedimentais: Permitir que as crianças se
apropriem de conhecimentos da cultura humana como novas formas de brincar,
cantar, dançar, falar, etc.

c) Atitudinais: Incentivar a valorização e o
respeito pelas diferentes formas de viver de diferentes grupos e pessoas.

6. Áreas

a) Formação Pessoal e Social: socialização,
respeito, valorização do outro, autonomia, iniciativa.

b) Linguagem Oral e Escrita: fala diálogo,
argumentação, parlenda, trava língua, adivinhações, cantigas, escrita, receita,
leitura, lendas, textos informativos.

c) Natureza e Sociedade: história dos brinquedos
e brincadeiras, diferentes formas de cantar, brincar e contar histórias.

d) Movimento: dança brincadeiras.

e) Música: cantigas.

f) Arte: artesanato.

g) Matemática: construção de brinquedos (formas,
cores, medidas, receitas).

7. Recursos:
livros e revistas (fontes de informação), sucata, papéis coloridos,
cola, tesoura, Cds com histórias e cantigas, brinquedos, fantasias, máquina
fotográfica, filme fotográfico.

8.
Avaliação:
A observação das formas de
expressão das crianças, de seu envolvimento nas atividades e satisfação nas
próprias produções será um instrumento de acompanhamento do trabalho que
ajudará na avaliação e no replanejamento da ação educativa.

9.
Atividade Culminante:
Exposição para
os pais, do folclore brasileiro de norte a sul através de fotos, materiais de
pesquisa, materiais coletados e confeccionados pelas crianças e apresentações. 

Você sabia que…

… A palavra folclore vem do inglês: folk quer
dizer povo e lore, saber. Logo, significa “ciência ou sabedoria do povo”. Tudo
aquilo que o povo sabe, inventa, aprende, ensina. Portanto, está muito mais
perto de nossas vidas do que podemos imaginar. O termo foi criado em 1846 pelo
arqueólogo inglês Williams Jonh Thoms… A primeira pessoa a estudar o folclore
brasileiro foi o poeta Amadeu Amaral, que morreu em 1929… Além das histórias
e seus personagens, o folclore está representado em músicas e danças.

Conteúdo:

 1ª série:

Brincadeiras folclóricas

v 2ª série:

Adivinhações, Parlendas e trava-línguas

 3ª série:

Receitas folclóricas

 4ª série:

Folclore Urbano

Lendas Urbanas

 Projeto resgatando culturas:  

IDENTIFICAÇÃO
Denominação do Projeto: Folclore:
Resgatando Culturas
Órgão Coordenador e Órgão executor  Nome da
Escola
Idealização e Elaboração: 
Período de realização do Projeto: 16 a 22
de agosto
Responsáveis pela execução: Coordenação
e Professores
Público Alvo: Alunos
da pré escola a 5º ano
Duração: Uma semana
Justificativa:
O folclore faz parte do
patrimônio cultural da humanidade, pois cada povo tem um próprio jeito de
compreender os fatos que estão ao redor.
Os textos folclóricos são
lidos e falados por populares de todas as raças e religiões e que criam mitos,
lendas, danças, músicas, hábitos e tradições.
Folclore é o conjunto de
tradições, crenças populares, conhecimentos, lendas, musicas, provérbios,
superstições, jogos, poesias, artesanatos, contos, enfim, tudo que faz parte da
cultura e memória de um povo.
Objetivos:

-Identificar a importância cultural do folclore
-Valorizar textos folclóricos considerando-os como patrimônio cultural que deve
ser preservado
-Explorar linguagem oral e escrita e artística, explorando riquezas dos textos
folclóricos
-Estimular fantasia e imaginação através de pesquisa e reconstruções
-Motivar produções artísticas individuais e coletivas
-Despertar  gosto pelas musicas e danças culturais
Metodologia
O projeto Folclore: resgatando a cultura será
desenvolvido por ano, especificando o conteúdo de cada série:
 Pré-escola

Músicas folclóricas
·                    
Ciranda Cirandinha: Ciranda cirandinha vamos todos
cirandar…
·                    
 Nesta Rua: Nesta rua, nesta rua, tem um
bosque…
·                    
Fui no Tororó: Fui no Tororó beber água não achei…
·                    
 Cai Cai Balão: Cai cai balão, cai cai balão na
rua do sabão…
·                    
 Boi da Cara Preta: Boi, boi, boi, boi da cara
preta…
·                    
 Terezinha de Jesus: Terezinha de Jesus deu uma
queda foi ao chão…
Desenvolver atividades com cantigas:
·                    
Explorar o sites
·                    
Assistir os vídeos de cantigas na STE
·         Cantar
·         Brincar
de roda no pátio
·         Ilustrar
a cantiga
  E sempre ressaltando o Folclore.
1º ANO:
Brincadeiras folclóricas
Amarelinha
CABO DE GUERRA
PASSAR ANEL
CABRA-CEGA
ESCONDE- ESCONDE
Atividades antes de brincar:
·         Explorar
sites
·         
         Pintar
desenho da brincadeira
·         Escrever
nomes das brincadeiras
·         Pesquisar
com pais e avós tipos de brincadeiras de sua infância
·         Brincar
no pátio da escola
2º ANO:
Adivinhações
Atividades a ser desenvolvidas:
         
 ·        Explorar os sites 
   
 ·        Leitura das adivinhações
   
 ·        Ilustração das
adivinhações
3º ANO:
Parlendas e Travas -línguas

Atividades para desenvolver com
Parlendas e travas-linguas:

·                    
  Apresentação do Folclore através de vídeo
                     
                     
               http://www.youtube.com/watch?v=35u4Va1tROk   

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.